top of page

Como o cogumelo Juba de Leão melhora a memória, o foco e o humor

Atualizado: 19 de mai. de 2022

Com raízes da Medicina Tradicional Chinesa, o Juba de Leão também cohecido como Hericium Erinaceus e Lion's Mane. Além de seus efeitos nootrópicos, ele possui poderosas anti-inflamatórias, antioxidantes e imunoestimulantes. É muito usado no tratamento de Parkinson, Alzheimer e quadros de depressão.

O seu cérebro naturalmente fica mais lento com o passar do tempo. Os sintomas que são associados a velhice, como perda de memória e falta de foco, são causados por fatores no seu sistema nervoso, como neurônios encolhidos e células cerebrais danificadas.


Além do aroma levemente adocicado e sabor mais delicado do que o caviar, esse cogumelo de poder é reverenciado nas culturas orientais por conter ericenomas e erinacinas, compostos terpenóides muito estudados por seu potencial de atuação no Fator de Crescimento Nervoso (NGF) e Fator Neurotrófico Derivado do Cérebro (BDNF)



Principais Beneficios:

  • Reduz os sintomas de perda de memória e previne os danos neuronais, como doenças neurodegenerativas (Parkinson e Alzheimer), doenças cognitivas, demências.

  • Alivia sintomas leves de Depressão e Ansiedade.

  • Auxilia na Recuperação de Lesões no Sistema Nervoso.

  • Ajuda na proteção contra doenças no trato Digestivo.

  • Auxilia no controle do açúcar no sangue e reduz seus efeitos colaterais.

  • Ajudar no combate ao Câncer.

  • Reduz a Inflamação e o Estresse Oxidativo.

  • Contêm compostos anti-inflamatórios e antioxidantes poderosos que podem ajudar a reduzir o impacto das doenças autoimunes.

  • Melhora o Sistema Imunológico.

Fonte:



Kommentare


bottom of page